FE recebe Daniel Munduruku para ministrar curso sobre temática indígena na escola

Professor indígena atuará na graduação e pós-graduação durante o primeiro semestre de 2018

02/02/2018 | Atualizada 08/02/2018 - 09:33
  • Daniel Munduruku, doutor em Lingüística pela Universidade de São Paulo e Pós-doutor em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos.

Durante o primeiro semestre de 2018, a Faculdade de Educação da Unicamp, via Coordenação do Curso de Licenciatura Integrada Física-Química e Edital PRG 2018 para o Programa Professor Especialista Visitante em Graduação, terá como professor convidado o escritor Daniel Munduruku, doutor em Educação pela Universidade de São Paulo e Pós-doutor em Linguística pela Universidade Federal de São Carlos. Autor de mais de 50 livros voltados ao público infantil, infanto-juvenil e educadores, Daniel já recebeu diversos prêmios literários dentre eles o Prêmio Jabuti. Como diretor do Instituto UKA - Casa dos Saberes Ancestrais, realiza também ações de formação e divulgação da literatura indígena no Brasil, como o selo literário UKA Editorial e encontros de escritores e realizadores indígenas. 

 

Daniel Munduruku ministrará, sextas-feiras pela manhã, a disciplina “Temática Indígena na Escola”, intitulada “EP 817: Tópicos Especiais em Educação I - Turma B (Profa. Responsável: Alik Wunder)” no catálogo da DAC. As inscrições para a disciplina estarão abertas de 25 a 27 fevereiro (período de alteração de matrícula) para estudantes de graduação da Unicamp, em especial dos cursos de licenciatura e pedagogia e para público externo, como alunos especiais a partir do dia 6 de fevereiro (via página da DAC). O curso apresentará a temática indígena em suas abordagens antropológica, histórica, social e literária, comprometido com a causa da educação para a tolerância e respeito às diferenças. O escritor também atuará em uma disciplina de pós-graduação da Linha de Pesquisa 8 - Arte e Linguagem e Educação, nas quintas-feiras pela manhã focando especialmente a presença indígena no pensamento acadêmico e na literatura brasileira, além em outras atividades voltadas à comunidade acadêmica.

A presença de um professor indígena na graduação e pós-graduação da Faculdade de Educação marca e celebra uma série de ações que vem sendo movimentadas na unidade por estudantes, professores e funcionários no sentido de ampliar a inclusão étnico-racial na universidade e o diálogo com os outras formas de conhecimentos, tais como:  as discussões e aprovação das cotas no curso de Pós-graduação em Educação em 2016 e no vestibular da Unicamp em 2017, e a criação das disciplinas obrigatórias “Histórias e culturas dos povos indígenas brasileiros” e “Histórias e culturas afro-brasileiras e africanas” no novo catálogo do curso de Pedagogia. Daniel também auxiliará no aprofundamento destas discussões em nossa comunidade acadêmica, como uma das formas de preparação para a recepção dos estudantes indígenas a partir do vestibular de 2019.

Confira um pouco do trabalho do professor Daniel em seu blog e vídeo divulgado pela UNOi Educação:.