Por que ser contra o Contrato de Impacto Social - CIS?

Proposta da Secretaria Estadual de Educação é "experimento social antiético", afirma a Rede Escola Pública e Universidade

Thais Rodrigues Marin | 27/03/2018 | Atualizada 04/04/2018 - 17:48

A Rede Escola Pública e Universidade (REPU) divulgou informativo em que explica os objetivos do novo projeto de redução das taxas de evasão escolar da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, que será realizado em 122 escolas da Região Metropolitana de São Paulo. A iniciativa será colocada em prática via Contrato de Impacto Social (CIS), uma modalidade de parceria público-privada em que o Estado contrata empresas privadas para intervenções em serviços públicos e só paga se os resultados do serviço forem positivos.

"As escolas estaduais serão transformadas em laboratórios para testar intervenções com o objetivo de reduzir as taxas de evasão escolar em alguns poucos pontos percentuais. Com o aval da SEE-SP, milhares de estudantes do Ensino Médio da rede estadual estão sendo transformados – sem saber – em cobaias humanas", diz trecho da publicação.

Leia abaixo o informativo da REPU ou faça o download.

Atualização:  Em 30 de março de 2018, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo suspendeu a implantação do CIS. Acesse o Comunicado publicado no Diário Oficial.








Sobre a REPU

A Rede Escola Pública e Universidade (REPU) foi criada por um grupo de professores e pesquisadores de diversas universidades públicas do estado de São Paulo em fevereiro de 2016 a fim de produzir estudos, pesquisas e intervenções que contribuam com a amplicação do direito à educação de qualidade na rede estadual de ensino. A Faculdade de Educação da Unicamp é uma das participantes da Rede.