Quais as consequências da aquisição da Somos Educação pela Kroton?

Em artigo, Theresa Adrião e Romualdo Portela falam sobre a descaracterização do direito à educação

08/05/2018 | Atualizada 10/05/2018 - 15:02

[Por Theresa Adrião e Romualdo Portela | Na Carta Educação]

 

A aquisição do SOMOS Educação pela Kroton evidencia mais uma consequência da equivocada política de desregulamentação da oferta educacional por grupos privados efetivada pelo governo brasileiro que induz a presença de corporações associadas ao capital financeiro como fornecedores prioritários, tanto da oferta direta da educação, quanto na de insumos educacionais, descaracterizando a educação como direito do cidadão e dever do Estado e alimentando a criação de mercados educacionais diversos.

Leia o artigo completo no portal da Carta Educação.