III Jornada Político-Pedagógica Paulo Freire celebra cinquentenário dos manuscritos do livro “Pedagogia do Oprimido”

Economista e Prof. Dr. Ladislau Dowbor (PUC-SP) lança livro e o curso em vídeo Pedagogia da Economia em parceria com o Instituto Paulo Freire

Fabiana Alves | 11/10/2018 | Atualizada 11/10/2018 - 17:37

No último dia 09 de outubro, foi realizado na Faculdade de Educação da Unicamp, para celebrar os 50 anos dos manuscritos do livro “Pedagogia do Oprimido”, a III Jornada Político-Pedagógica Paulo Freire.

Durante o evento, que contou com a participação das docentes da FE, Profª Drª. Debora Mazza, Profª Drª Nilma I. Spigolon e Profª Drª. Marli P. Ancassuerd, e também da Profa. Dra. Camila Lima Coimbra (FACED/UFU) e do Prof. Dr. Ladislau Dowbor (PUC-SP), foram doadas Cartilhas de Alfabetização de Adultos (reprodução) de São Tomé e Príncipe e Cabo Verde, elaboradas por Paulo Freire, Elza Freire e a equipe do IDAC.

Na ocasião o economista e Prof. Dr. Ladislau Dowbor promoveu o lançamento do seu mais recente livro “A era do capital improdutivo – A nova arquitetura do poder: dominação financeira, sequestro da democracia e destruição do planeta", que resume um conjunto de pesquisas sobre o processo de financeirização no planeta e no Brasil.

Para Dowbor, é necessário resgatar Paulo Freire por várias razões, que vão desde os valores, como em termos sociais, políticos e econômicos, e a visão de respeito às pessoas e da redução das desigualdades através do conhecimento.

 “Da mesma forma que em outros tempos o problema central era a alfabetização, hoje essa perda de rumos que a gente sente no país está muito ligada à incompreensão por parte do grosso da população de como ela está sendo explorada por mecanismos financeiros. De certa maneira é a contribuição do economista à mensagem de Paulo Freire”, conclui Ladislau Dowbor.

Confira a Entrevista do Prof. Dr. Ladislau Dowbor clicando aqui.