Em defesa da educação, da democracia e da cidadania: neste dia do professor reafirmamos a resistência a qualquer forma de autoritarismo

Entidades educacionais publicam nota em defesa da educação pública, da democracia e da cidadania

Juliana Marques Lourenço | 15/10/2018 | Atualizada 15/10/2018 - 14:32

"O Brasil vive neste momento um embate com uma perspectiva restritiva de cidadania, que nomeia os que devem ser excluídos, a partir de discursos que recuperam elementos do obscurantismo da vida social. Revemos apologia à tortura, à ditadura, a símbolos nazistas. Articulada e escondida sob estes elementos está uma perspectiva de desmonte da educação pública, de negação do direito ao ensino superior, está a necessidade de corte e privatização da educação básica, a criminalização do pensamento livre, o silenciamento de professores e de pesquisadores.

Neste dia dos professores é preciso reafirmar que educação é o oposto disto tudo. A Constituição Federal de 1988 consagrou a ideia de que a função precípua da educação no Brasil é a de garantir o pleno desenvolvimento dos sujeitos e, para fazer isto, entre os princípios da educação nacional estão a valorização do professores e a pluralidade de ideias e concepções pedagógicas, questões fundamentais para a autonomia docente."

Confira a nota completa aqui