• Entrevista com Amelinha Teles

    Maria Amélia de Almeida Teles, ex-presa política da ditadura brasileira e militante feminista, fala à FE-Unicamp sobre o movimento feminista e sobre a importância da luta das mulheres neste 08 de março de 2017.

    Amelinha, como é conhecida, é professora especialista convidada do curso de Pedagogia da FE em 2017 para ministrar a disciplina “Direito à Infância e à Educação: Educação Infantil em creches, uma história das mulheres” em parceria com a professora Ana Lúcia Goulart de Faria.

    Amelinha foi militante do Partido Comunista do Brasil (PCdoB). Presa em 1972 pela ditadura brasileira, foi submetida a sessões de tortura. Atualmente, ela é diretora da União de Mulheres de São Paulo, coordenadora do Projeto Promotoras Legais Populares, integra a Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos Políticos e é assessora da Comissão da Verdade do Estado de São Paulo “Rubens Paiva”.